subscrever: bloglovin

Como introduzir a sua marca no mercado – Capitulo 5

1 comentário

Como introduzir a sua marca no mercado - Capitulo 5

Como introduzir a sua marca no mercado – Capitulo 5 de Como vender o que você faz
Como fazer para introduzir a sua marca e os seus artigos no mercado? Tem os artigos e está pronta para os vender. Como vai espalhar a palavra? Como se vai destacar para que os outros a possam encontrar a si e aos seus artigos? Confira o nosso guia rápido com dicas de marketing e branding nas web e redes sociais.

Como introduzir a sua marca no mercado - Capitulo 5
Agora que já sabe como atribuir o preço aos seus artigos, precisa de realizar a famosa expressão “ter olho para o negócio”.  Precisa de algo chamado branding. Cada negócio, seja handmade ou não, tem uma determinada marca que os clientes podem reconhecem e relacionam-se a, e é vital que aprenda como marcar seus produtos bem. Nós já falamos nisso, agora vamos entrar em detalhes.

Depois de ter criado uma marca para o seu negócio, você vai precisar de passar a palavra, e é aí que o marketing e as redes sociais entram em jogo.

“Make it simple, but significant” – Don Draper (Mad Men’s Marketing Tycoon)

Como definir a marca do seu negocio|Dicas

  1. DEFINA o tipo de serviço ou produto que  está oferecendo.
  2. DEFINA  seu nicho. Eu não posso deixar de insistir neste ponto. Encontre o grupo de pessoas no mercado que QUEREM o seu  serviço ou produto.
  3. Escolha um bom nome! Até torná-lo grande, provavelmente é melhor usar um nome que descreve o seu negócio de alguma forma. Dessa forma, as pessoas podem encontrá-lo organicamente através da pesquisa mais facilmente.
  4. Encontre uma maneira de construir relacionamentos de longo prazo com seus clientes. Forneça um excelente serviço ao cliente e mantenha sempre a sua palavra.
  5. Certifique-se de que não fica preso a tentar parecer uma grande cadeia de distribuição ou marca. As pessoas apreciam as pequenas empresas e a sua autenticidade. Gostam de saber que alguém realmente dispôs de tempo e cuidado a produzir algo para eles.
  6. Faça um logótipo memorável para o seu negócio.
  7. Faça um “grande” cartão de contacto ! Existem toneladas de modelos gratuitos online que parecem muito profissionais. Se você não se sente  à vontade para fazê-lo sozinho, contacte um centro de cópias ou gráfica local que eles tem sempre esse tipo de serviços e são económicos por norma.

Marketing através das redes sociais

As redes sociais são tudo no mundo do marketing nos dias de hoje.São também MUITO populares no universo craft- o que são óptimas noticias para si. Existem pessoas que fazem MUUUUITO  dinheiro por ano só porque são conhecidas nas redes sociais.

Pode começar por não ganhar milhões, mas fazendo tudo correctamente pode expandir a sua audiência e e interligações entre clientes e possíveis interessados, o que contribui para o aumento de vendas.
Agora aqui, algumas dicas e ideias de marketing, que pode usar nas suas contas das redes sociais que lhe darão vantagens. Tenha em mente que deve ter uma conta para o seu negócio separada da conta pessoal! você pretende dar importância aos seus artigos e marca e não ao que almoçou ontem, embora possa parecer delicioso 😀

  1. Integre tudo junto. Certifique-se de que as pessoas a encontram em todos os sites. Todas as contas deverão ter o link para o seu website, e o seu website para as suas contas.
  2. Inclua sempre os links dos seus produtos nos posts das redes sociais, não carregue apenas as imagens. Pessoas precisam de um caminho para encontrar os seus produtos e os poderem encomendar.
  3. Utilize as ofertas do Facebook. Funciona como publicidade e desconto juntos.
  4. Se possivel, faça vídeos acerca da sua área de negocio ou como manual dos seus artigos. As pessoas adoram vídeos!
  5. Solidifique o seu nome na rede. Não  mude o nome pois isto confundirá potenciais clientes. Escolha o melhor nome de sempre e mantenha-o. Seja consistente!
  6. Considere as ofertas. Dê, ofereça algo ao seu publico alvo para que eles saibam que estão aqui e pronto para trabalhar.
  7. Incentive as identificações. Quando um cliente ou visualizador o identifica ou menciona, todos os seus seguidores ficam a saber sobre o seu trabalho.
  8. Use #hashtags. Use #hashtags convenientes  e apropriadas e isso lhe trará novos visitantes e clientes.
  9. Construa sempre uma lista de emails. €€€ virão com essa lista. Quando tiver um novo produto basta um email para que saibam e fiquem a par das novidades.

Siga-nos nas redes sociais para estar sempre por dentro das novidades d’A Minha Esfera!

 

Existe muito mais para aprender sobre marketing digital, mas se “obedecer” a estas dicas já é um muito bom começo. Mantenha-se activo nas redes sociais, responda SEMPRE com educação e simpatia aos seus potenciais clientes e às perguntas que lhe possam colocar. 🙂 Faça o seu melhor!!!

Para ler outros capítulos do guia:

Capitulo 1– Como fazer Artesanato para vender – Aqui
Capitulo 2 – Escolher o que vender – Aqui
Capitulo 3 – Está pronto para começar um negócio – Aqui
Capitulo 4 – Como calcular o preço de um artigo artesanal – Aqui

 

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar


Como calcular o preço de um artigo artesanal – Capitulo 4

0 comentários

Como calcular o preço de um artigo artesanal - Capitulo 4
Querendo saber como calcular o preço de um artigo artesanal? Tem o seu negócio de artesanato, está pronto para ganhar dinheiro a partir de casa … Mas quanto deve cobrar? Quanto vale o seu trabalho ? Descubra abaixo

Como calcular o preço de um artigo artesanal - Capitulo 4

Como calcular o preço de um artigo artesanal – Capitulo 4 de Como vender o que você faz

Depois de decidir o que quer alcançar com o seu negócio precisa aprender a dar um preço ao seu trabalho. O preço é onde muitos crafters caseiros têm dificuldades, por valorizarem excessivamente ou desvalorizarem por completo os seus produtos. Vou mostrar-lhe exactamente o que fazer para se certificar de que você não falhar nesta área!

O preço é muito importante porque se elevar em demasia o preço dos seus produtos acaba por perder  clientes. No entanto, se desvalorizar a  sua mercadoria baixando demasiado o preço, como motivo de vender a todo custo, acaba por vender mais, mas está a perder dinheiro que é ainda pior.

Um erro muito comum é não valorizar o trabalho em si! Não se esqueça que está a colocar tempo e esforço neste produto, e  precisa pagar-se em primeiro lugar. Este é um produto artesanal que está vendendo, não pode competir com o custo do mercado que é feito em fábricas no exterior. Esse material é barato por uma razão! O seu nunca pode ser tão barato quanto esse.

Aqui está um guia geral sobre como dar um preço às suas coisas perfeitamente.

Use esta formula para calcular
                                    Preço de Custo= (Materiais + Trabalho+ Custos gerais) x 2
                                    Preço de venda =  Preço de Custo x 2

Esta é a formula básica que irá leva-la no caminho certo. É preciso que se pague a si próprio através do preço do produto.
Por exemplo, se está a fazer uma toalha bordada em ponto cruz, e levou 4horas para terminar e quer ganhar a 5€/hora. Aqui está o que tem de fazer: digamos que os materiais custaram 5€ e as despesas que irá ter como o envio por exemplo são de 3€.  5 + (4×5) + 3 = 28€. 28€ é o preço de custo, multiplicando por 2 temos o preço de venda, ou seja um preço para ter lucro, e não só para cobrir despesas.

Agora, entende porque os preços de um produto artesanal, são por vezes considerados caros. Embora enquanto está no início possa descer um pouco o custo do preço/hora ou até mesmo vender ao preço de custo desde que não inferior a isso. Eu ficaria contente de receber 28/30€ por algo que demorei 4 horas a bordar.
Por enquanto, vá tentando preços diferentes e tente encontrar o ponto ideal – o preço que os clientes estão disponíveis a pagar e em que consiga manter-se.

Se se aperceber que está a vender muito bem determinado artigo, aumentar o preço pode fazer duas coisas por si:

1-Se o seu item está em alta  significa que as pessoas estão dispostas a pagar mais! Óptimo, aumente o preço!
2-  Se  quiser que as encomendas  abrandem, pode aumentar o preço, fazendo com que só algumas pessoas que mesmo assim estão dispostas a pagar o preço mais elevado comprem o seu artigo. Isso permite que coloque o tempo e o cuidado no produto e ainda obtenha um preço mais elevado em troca.

No entanto se ninguém compra o seu artigo, há provavelmente alguma coisa acontecer. Verifique as condições:

1- Está demasiado caro. Reduza os custos com o seu produto e veja o que acontece.
2- Pode ser simplesmente, um artigo não desejável no momento. Repensar o seu produto, pensar sobre a sua concorrência, e pergunte-se “o que sobre este produto faz com que as pessoas queiram comprá-lo.” A melhor coisa que você pode fazer é encontrar o seu nicho, e fazê-los ter que comprar o seu produto…

Esse é o meu conselho sobre os preços. Espero que tenham a melhor sorte, no mercado do mundo real! Espero que todos vocês consigam o sucesso em fixar o preço de seus itens de forma justa para que o cliente e o fabricante possam se beneficiar.

 

Para ler outros capítulos do guia:

Capitulo 1– Como fazer Artesanato para vender – Aqui
Capitulo 2 – Escolher o que vender – Aqui
Capitulo 3 – Está pronto para começar um negócio – Aqui


Está pronto para começar um negócio de artesanato – Capitulo 3

0 comentários


Está pronto para começar um negócio de artesanato - Capitulo 3Está pronto para começar um negócio de artesanato – Capitulo 3

 Está pronto para começar um negócio de artesanato – Capitulo 3 Como vender o que você faz
Aprenda como começar um negócio de artesanato. Seja no Etsy, numa loja local ou comunitária, vai adorar assumir o controle de seu próprio negócio e se tornar uma “artesã empresária”! Mas está pronto para começar um negócio de artesanato? Responda às perguntas abaixo para descobrir.

Está pronta para começar um negócio de artesanato?

Já decidiu que produtos quer fazer, que tipo de artesanato quer vender?  Está certa de que todo o tempo e esforço valerão a pena para si? É de facto o que ama? Possuí conhecimentos para executar as suas peças?Não tem de ser a maior gestora financeira ou de negócios do mundo mas tem definitivamente de ter algumas noções básicas, de como gerir um pequeno negócio. A primeira coisa a definir e decidir é se será  a tempo parcial ou a tempo inteiro?

Está pronto para começar um negócio de artesanato - Capitulo 3Está pronto para começar um negócio de artesanato – Capitulo 3

Benefícios do negócio de artesanato a tempo parcial

Quando se tem um negócio a tempo parcial, tem-se mais tempo para outras coisas.
Pode manter um emprego em tempo integral enquanto constrói seu próprio negócio.
O dinheiro extra que entra é sempre uma coisa boa!
Não terá tempo para realizar uma grande quantidade de encomendas, estas podem tornar-se esmagadoras

Benefícios do negócio de artesanato a tempo integral

Tem mais liberdade em sua vida. Isso significa que não precisa se sentar no trânsito por horas por dia. Não tem que usar um tipo específico de roupa, e terá mais vida pessoal.
Irá ser o seu próprio chefe.
Não há limite para quanto dinheiro factura. Quanto mais trabalha, mais ganha.
Pode obter vantagens fiscais em ter um negócio em casa.
Pode trabalhar em casa e se deslocar sempre que precisar. Isso é óptimo se tiver filhos.

Mas não me interpretem mal. Começar seu próprio negócio não é uma passagem fácil para a liberdade! Ainda tem que trabalhar muito e um monte de horas. Poderá ter mais flexibilidade em sua programação, mas também pode achar que está a trabalhar bem mais horas que o que trabalhava antes! A diferença é que desta vez está a fazer algo que realmente ama. E o tempo gasto fazendo algo que se adora dificilmente pode ser considerado como trabalho.

Fazer os artigos para vender é apenas uma pequena parte do seu negócio de artesanato. Também vai ter que ser um gerente de negócios. Tem que gerir suas finanças, pensar sobre o seu marketing e branding, pagar impostos, lidar com os clientes e até mesmo executar uma loja online ou física. Acha que pode lidar com tudo isso?

Se não – não pare seu trabalho actual! Criar o seu próprio negócio não é para todos! Ser organizado ajuda, se não está organizado, talvez conversar com um amigo ou alguém que confia poderá ajudá-lo se essa pessoa já tem experiência.

Aqui estão mais algumas perguntas a considerar quando se inicia um negócio de artesanato. Mesmo que este seja pequeno, vai querer saber as respostas.

Negócio de Artesanato/ Questões – Deve responder antes de iniciar seu negócio!

Qual é o seu custo de iniciação? – O custo dos materiais que vai precisar antes de começar a ganhar dinheiro?
Onde irá trabalhar?
Onde vai vender os seus artigos?
Quem é seu público?
Qual é o tipo de artesanato que vai vender? Onde vai obter os materiais
Como vai gerir o seu dinheiro?
Como serão feitas as entregas dos artigos, por correio? Como irá empacotá-los? Para onde vai enviar?
Por que as pessoas compram isso?
Quem compraria isso? Quem é seu público?
Como é a sua concorrência? Como se irá destacar?
Seu mercado já está saturado? O que torna seu ofício único?

Demora algum tempo para responder a todas as perguntas acima. Se não tem resposta para alguma dessas perguntas, então não está pronto ainda! Considere as perguntas acima como conselhos antes de iniciar o seu negócio de artesanato, e estará pronto para fazer  dinheiro fazendo o que ama.

Para ler outros capítulos do guia:

Capitulo 1– Como fazer Artesanato para vender – Aqui
Capitulo 2 – Escolher o que vender – Aqui

Guardar


Escolher o que vender – Capitulo 2 Como vender o que você faz

0 comentários

Escolher o que vender - Capitulo 2 Como vender o que você faz
Escolher o que vender – Capitulo 2 Como vender o que você faz
“Dê um salto” no seu negócio e comece a ganhar dinheiro vendendo artesanato online. Siga este guia rápido para começar. Primeira coisa a fazer é decidir que tipo de artigo/artesanato irá vender,então vamos discutir como e onde pode aprender a fazer o artesanato e ter o melhor produto possível.

Escolher o que vender - Capitulo 2 Como vender o que você faz

Quais são suas habilidades/ quais as técnicas que domina?

Então,o que você vai fazer? Por onde começar? Comece por anotar coisas que você sabe e que poderia fazer. Comece sua lista com varias ideias, em seguida, reduza-a para 3 a 5. Pense sobre o que poderia ser rentável e prazeroso para si, para que o trabalho não se torne maçador.

Em seguida pense sobre como os artigos ira fazer os seus artigos. Onde irá comprar os materiais e os custos destes? Qual o seu orçamento? Que tipo de materiais pretende usar (amigos do ambiente,naturais, indiferente)?

Considere também o seu próprio nível de qualificação. Quer fazer artesanato que já sabe como fazer, ou pretende aprender algo novo? Há muitas saídas para aprender alguns ofícios. Vamos ver algumas:

Udemy
Descobri que é um recurso muito bom para aprender sobre diversos assuntos diferentes. Desde marketing a decoração e há um curso novo adicionado todos os dias por pessoas diferentes. Aqui pode encontrar diferentes cursos que ajudam com qualquer projectos de artesanato que deseje aprender. Pessoalmente ainda estou a explorar melhor o site mas tenho gostado. Se visitar tenho certeza que  vai encontrar algo útil para usar no seu negócio de artesanato.

Udemy.com fornece excelentes aulas online para começar a aprender varias artes! Eles também oferecem excelentes tutoriais para iniciar seu próprio negócio, site e similares. Este site será útil para quem quer fazer lucro trabalhando em casa.

Youtube
Youtube está cheio de excelentes tutoriais crafting grátis! A parte mais difícil é provavelmente a classificação do mau e do bom. Qualquer coisa com uma elevada contagem de visualizações e muitos gostos é um sinal de que vale a pena assistir. Tente usar palavras-chave ao pesquisar no google para alguns tutoriais de artesanato de qualidade.  Insira palavras chave especificas que você quer fazer em  vez de termos gerais.
Exemplo:
Como fazer decoupage/ponto cruz/crochet
Dicas de Costura
Aulas Photoshop

Workshops
Procure na sua localidade aulas e workshops e frequente-os para melhoras técnicas ou aprender algo novo. Muitas marcas como DMC ou Burda também têm academias e cursos para qualquer pessoa. Ter uma aula em pessoa tem a vantagem de ter alguém consigo a orientá-lo e pode interagir com outros artesãos. Dessa forma, eles podem ajudá-lo a aprender com os erros, ajustar os erros e até mesmo dar-lhe algumas excelentes dicas e atalhos.

Qualidade vs. Quantidade
Quando se trata de fazer o seu artesanato para vender, você deve manter a qualidade em mente. Os seus trabalhos devem ser sempre de qualidade superior, especialmente quando pretende cobrar a outros por ele. Isso significa que deve ser tudo o que afirma ser, e não deve desiludir quem o compra. Que tipo de materiais você vai usar? Estes materiais garantem que a sua peça tenha qualidade?

Se você decide vender qualquer coisa que as pessoas aplicam na  pele ou consumir, existem regras e regulamentos que é obrigatório cumprir, convém informar-se acerca disso.

Algo mais digno de nota, certifique-se de que é capaz de colocar o tempo, energia e cuidados necessários na produção dos seus artigos. Não está a fazer isso para ganhar uma fortuna, faz  porque ama. Tenha orgulho e brio no que produz, não venda algo que seria incapaz de comprar.

Tornar o seu produto único
Há biliões de produtos artesanais à venda e aparecem mais a cada dia que passa. A fim de ter uma vantagem no mercado tem de fazer com que o seu produto seja único. Uma vantagem, seu produto já é feito à mão, logo é irreplicável! Mas o que mais o separa dos outros? Por que as pessoas devem comprar o seu e não de alguém  que faz o mesmo? Tente encontrar um nicho. Talvez haja um certo estilo o qual se identifique mais, como por exemplo: anos 50, ou shabby chic, metal ou um sem fim de variações. Se  não estiver familiarizado com nenhum estilo em particular,  procure e familiarizar-se com públicos diferentes para determinar sua própria clientela.

No final do dia, lembre-se, escolha algo que é agradável de fazer, algo que não se irá  importar de fazer 100 vezes para quando as encomendas começarem a chegar!

Para ler outros capítulos do guia:

Capitulo 1– Como fazer Artesanato para vender – Aqui

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar


Página 10 de 126« Primeira...5...1011...1520...Última »